Arrecadação de Palmas atingiu 56% do Orçamento

por Ivan Cezar Fochzato em 3 de Janeiro de 2019 8:58
por Ivan Cezar Fochzato em 3 de Janeiro de 2019 8:58

A arrecadação pública de Palmas, sul do Paraná, atingiu pouco mais de 56% do orçamento para o exercício de 2018, de R$ 204 milhões de reais. Os dados do Portal da Transparência do Executivo refletem a dependência dos recursos institucionais.

No ano passado, as contas da prefeitura receberam R$ 114,3 milhões de reais. Do total, R$ 98,6 milhões vieram de fontes públicas do Tesouro da União e da Secretaria da Fazenda do Paraná.  Do Fundo de Participação dos Municípios(FPM) foram arrecadados R$ 30 milhões e do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços(ICMS) estadual; R$ 23,7 milhões. Da parte do IPVA(50%) foram obtidos R$ 4,6 milhões de reais.

As maiores fontes próprias de arrecadação são o IPTU(R$ 5.6 milhões) ISSQN – tributo que incide sobre a prestação de serviços(R$ 3,9 milhões);Taxa de Iluminação Pública(R$ 2,2 milhões). A Taxa de Coleta de Lixo rendeu pouco mais de R$ 1 milhão e o Imposto de Transmissão de Bens Imóveis(ITBI), R$ 3,1 milhões.

O volume de despesas chegou aos R$ 100,8 milhões. O gasto com saúde superou os R$ 26 milhões e a Educação, R$ 33 milhões. No setor de urbanismo foram empregados R$ 13,5 milhões. Para pagamento de salários de servidores(ativos, aposentados e obrigações patronais) foram utilizados R$ 46,2 milhões.

Para 2019, o Orçamento do Município é de R$ 250 milhões, mas a arrecadação efetiva deve se aproximar dos R$ 140 milhões, a considerar o percentual executado neste ano.

Compartilhar