Arquitetos da Acefb trazem novidades da Casa Cor Paraná

por Redação RBJ em 27 de julho de 2016 15:31
por Redação RBJ em 27 de julho de 2016 15:31

Na última sexta-feira e sábado, dias 22 e 23 de julho, profissionais do Nudearq (Núcleo de Arquitetos e Urbanistas) da Acefb estiveram em Curitiba para sua primeira missão técnica em 2016. Na visita eles participaram da 23ª edição da Casa Cor Paraná, evento realizado no prédio da Editora do Grupo Paulo Pimentel. A Casa Cor Paraná é uma mostra que apresenta as últimas tendências de design, arquitetura, decoração e paisagismo.

O arquiteto Renan Augusto Kempa comenta que um dos objetivos da viagem foi conhecer as novas tendências do mercado. Eles também conheceram algumas jazidas de extração de mármore na capital paranaense. A arquiteta Bibyana Bernardon destaca para o corte diferenciado que vem sendo feito nas pedras de mármore, utilizados nas construções civis. É o processo pietra fina, que deixa as peças de mármore mais leves e transparentes, deixando os trabalhos em obras mais requintados, facilitando a vida dos profissionais pedreiros no deslocamento destas peças.

Para se ter uma noção, uma peça normal de mármore de um metro quadrado pesa 60 quilos. “Por meio do corte pietra fina, a peça fica pesando, em média, 17 quilos. O legal disso também é que a luminosidade que passa através da pedra, dá um detalhe sofisticado na decoração, além do fácil manuseio.”

Sobre revestimentos em pisos, uma das tendências, segundo Bibyana, é que na Europa as peças estão sendo fabricadas cada vez mais em tamanhos maiores para se usar menos rejunte.

Outra constatação da arquiteta é que a Casa Cor apresentou diversas combinações de madeira em diversos ambientes comerciais e residenciais. “Está sendo muito usada [a madeira natural], não apenas o MDF, nas obras. O bronze é outro que vem ganhando força em pendentes de iluminação de casas e escritórios”, salienta. A viagem foi custeada pela Marmoraria Estrela de Francisco Beltrão.

Os comentários para esta matéria estão desabilitados. Caso deseje comentar sobre este conteúdo, fique a vontade em utilizar o botão do Facebook logo no inicio da matéria para compartilhar seus comentários através de seu perfil na rede social.
Compartilhar