MAGAZINE DE NATAL EXCLUSIVIDADE RBJ.COM.BR

Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias recebem capacitação sobre a dengue

por Edson Zuconelli em 21 de junho de 2018 11:16
por Edson Zuconelli em 21 de junho de 2018 11:16
Esta matéria utiliza fontes de: Da redação com informações da assessoria.

Foto: Assessoria.

Cerca de 40 Agentes de Endemias e Agentes Comunitários de Saúde, vinculados à Secretaria de Saúde, participaram de capacitação quanto ao controle e combate ao mosquito Aedes Aegypti. Os encontros aconteceram nos dias 18, 25 de maio e 8 de junho. A capacitação foi organizada pelo Departamento de Vigilância em Saúde, através do Enfermeiro Fábio Andreolli.

Além do combate à dengue, uma das motivações com a capacitação foi à mudança trazida pela Lei Nº 13.595, sancionada em janeiro, que diz que os agentes agora fazem parte de uma forma integrada, no desenvolvimento e mobilização da educação popular em saúde. Nos encontros, quanto ao mosquito, trabalharam sobre a biologia do vetor, manejo e responsabilidade com que cada munícipe tem em relação ao controle aos criadouros nas residências. Além disso, foram trabalhados temas como o próprio Sistema Único de Saúde, Lei Nº 8080 e Lei Nº 8142.

“A partir de agora estes agentes atuam de forma integrada junto com a Vigilância Sanitária, para que possam, não só neste período, mas principalmente no verão, orientar a população para tomar medidas simples, de manejo ambiental e de baixo custo no combate à dengue”, explica o enfermeiro Fábio, que ressalta que são mais servidores atuando em todo o Município por esta causa. Apesar de estarmos no inverno, outras ações já planejadas são orientações nas escolas e atividades nos bairros, fortalecendo o combate ao mosquito e evitando maiores problemas nas estações quentes.

O enfermeiro Fábio acaba de integrar o Setor de Endemias do Município. A Diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Sandra Toigo, explica que “a agregação do profissional ao departamento será um diferencial no trabalho técnico e nas ações em relação às doenças endêmicas, visando sempre o melhor atendimento a população”.

 

Compartilhar