MAGAZINE DE NATAL EXCLUSIVIDADE RBJ.COM.BR

Palmas Esportes perde e se despede da Série Ouro 2018

por Ludimar Fontana em 29 de outubro de 2018 8:30
por Ludimar Fontana em 29 de outubro de 2018 8:30

Perder não se torna um fracasso, desde que você não desista de lutar pelo seu objetivo. Pode-se resumir assim, o jogo desta sexta-feira, dia 26 de outubro, quando a equipe do Palmas Esportes perdeu para o Marreco e deixou a Série Ouro 2018.

Não faltou coragem e luta dos atletas palmenses diante de um gigante do futsal brasileiro, mesmo já classificado e com vários desfalques, a equipe beltronense, mordida pela desclassificação na Liga Nacional para o seu maior rival, Pato Futsal, veio para a partida a fim de reescrever sua história em 2018, agora no Campeonato Paranaense de Futsal.

Para a equipe da casa, só a vitória interessava para passar o Matelândia e avançar às quartas do torneio. Baixas de jogadores titulares durante a competição foram significativas para uma equipe que detém um orçamento pequeno, se comparado com o próprio Marreco. Mesmo contra todas as adversidades, o sonho de uma classificação – para um time que já havia consolidado sua meta de manter-se na elite do futsal paranaense – foi o que moveu todos, especialmente pelo belo espetáculo proporcionado pela apaixonada torcida do tricolor palmense.

Um primeiro tempo sem tantas oportunidades para ambas as equipes, porém, o controle do jogo pelo visitante era nítido. Na segunda etapa Dener jogou um balde de água fria nas pretensões palmenses ao abrir o marcador para o Marreco. Não demorou muito e o goleiro palmense arriscou do meio da quadra, contou com a colaboração do goleiro Becon para empatar a partida.

Após o 1 a 1, o jogo ficou mais aberto e várias chances de gol foram criadas pelas duas equipes. Saiu de uma jogada ensaiada o gol da virada palmense e dos pés do capitão Alex Borrego, a torcida foi a loucura. Restavam 5 minutos para o fim do jogo quando o técnico Paulinho Gambier colocou Emerson de goleiro-linha, na terceira posse de bola utilizando esta estratégia, os beltronenses furaram a marcação palmense e Sinoê empatou.

A tranquilidade foi embora e o nervosismo da equipe palmense tomou conta, restando 2 minutos, era tudo ou nada, entretanto uma falta no ataque tirou todas as possibilidades de reação, o time havia estourado o limite de 5 faltas e na cobrança de tiro-livre, o experiente capitão Guina voltou a colocar o Marreco na frente do marcador. Ainda houve tempo para Buda defender um pênalti de Kauê, placar final Marreco 3, Palmas 2.

O choro dos jogadores palmenses marcou o fim da partida, mas o reconhecimento da luta e da entrega por parte da torcida foi o que acalentou a todos. Com a cabeça mais fria, as avaliações vão surgir, mas de fato, o que já se tem é a garantia de mais um ano de um projeto consolidado e em pleno crescimento. Para 2019, um Palmas Esportes ainda mais intenso é o que se desenha, por enquanto pausa e reticências, mas em breve, muito trabalho novamente! Parabéns à equipe.

Resultados

Palmas 2 x 3 Marreco

Copagril 3 x 2 Cascavel

Foz 6 x 0 São josé

Umuarama 2 x 2 Campo Mourão

Classificação

Copagril 60
Pato 55
Marreco 53
Foz 40
Campo Mourão 40
Cascavel 40
Umuarama 38
Matelândia 29
Palmas 27
São José 25
Toledo 19
São Lucas 17
Guarapuava 7

Quartas de Final

À definir

Umuarama x Pato

3 de novembro

Campo Mourão x Foz

5 de novembro

Cascavel x Marreco

7 de novembro

Matelândia x Copagril

Compartilhar