MAGAZINE DE NATAL EXCLUSIVIDADE RBJ.COM.BR

Municípios da região gastam R$ 7,5 mil anuais por aluno da rede municipal

por Guilherme Zimermann em 11 de setembro de 2018 15:13
por Guilherme Zimermann em 11 de setembro de 2018 15:13

Cada aluno da rede municipal de ensino custou, em média, R$ 6.482,63 ao município de Palmas, Sul do Paraná, em 2017. As informações foram levantadas pelo RBJ com base em dados do Censo Escolar, divulgado pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), e do Relatório de Execução Orçamentária, enviado pelos municípios à Secretaria do Tesouro Nacional (STI).

No último ano, a rede municipal atendeu 5.528 estudantes do ensino regular e especial, desde a educação infantil até a EJA (Educação de Jovens e Adultos). De acordo com o relatório orçamentário, as despesas do setor educacional empenhadas no último ano totalizaram R$ 35,8 milhões, o que, dividido entre o total de alunos, contabiliza R$ 6,4 mil, em média.

Entre os municípios da microrregião, Mangueirinha é o que apresenta o maior gasto proporcional ao número de alunos – R$ 10.044,92 por estudante. No ano passado, o município atendeu a 1.814 alunos, a um custo de R$ 18,2 milhões.

Em seguida está Coronel Domingos Soares, que, com 916 estudantes, gastou R$ 7,9 milhões, cerca de R$ 8,7 mil por aluno.

As despesas da educação em Honório Serpa chegaram a R$ 4,7 milhões para o atendimento de 607 crianças – média de R$ 7,8 mil.

Já em Clevelândia, foram gastos R$ 12,8 milhões na educação, cerca de R$ 7,6 mil para cada um dos 1.679 alunos da rede municipal. Por outro lado, o município clevelandense é detentor do melhor Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) na microrregião, com 5.6 .

Mangueirinha, com o maior investimento, em proporção de alunos, é o segundo no Ideb, 5.5, seguido de Honório Serpa, com 5.3, e Coronel Domingos Soares, com 5.2. Por sua vez, Palmas tem o menor Ideb da microrregião e também do Sudoeste – 5.0.

Compartilhar