Aumento na conta de luz terá impacto de mais de R$ 8,3 milhões na microrregião

por Guilherme Zimermann em 25 de junho de 2018 14:17
por Guilherme Zimermann em 25 de junho de 2018 14:17

O reajuste de 15,06% na fatura de energia elétrica – em vigor desde domingo (24) – deverá impactar em quase R$ 8,3 milhões as contas dos consumidores residenciais e comerciais da microrregião de Palmas. Os dados foram levantados pelo Departamento de Jornalismo da Rádio Club/RBJ junto à Copel (Companhia Paranaense de Energia).

As últimas informações referentes a consumo e total de clientes divulgadas pela companhia referem-se a 2016, quando os municípios de Palmas, Coronel Domingos Soares, Honório Serpa, Clevelândia e Mangueirinha totalizavam 32,2 mil unidades consumidoras, que demandavam um consumo de 197.075 MWh (Megawatts-hora).

Desse total de consumo, 79,6 mil foram gastos pelos 26,2 mil clientes comerciais e residenciais da microrregião. Com base nesses números, comparou-se o total de consumo com as tarifas praticadas pela Copel entre 2017 e 2018.

Para as faixas convencionais de consumidores residenciais e comerciais, a tarifa era de R$ 0,69118 por cada KWh (Quilowatt-hora) consumido, o que totalizou R$ 55 milhões em 2017. Com o reajuste de 15,06%, a tarifa passou para R$ 0,79527, fazendo com que o gasto dessa faixa de clientes fique próximo dos R$ 63,3 milhões.

O levantamento realizado pela Rádio Club/RBJ não considera consumidores industriais, rurais e outras classes, como iluminação e órgãos públicos, por contarem com tarifas e sistema de cobranças diferenciados.

+ Consumidores residenciais pagarão R$ 5 milhões a mais com aumento da Copel

Compartilhar