Mês de Setembro: orientados pela Palavra de Deus

por Luiz Carlos em 11 de setembro de 2017 8:57
por Luiz Carlos em 11 de setembro de 2017 8:57

Por causa de Tua palavra lançarei as redes” (Lc 5,6)

Estamos em setembro. O tempo passa depressa. A natureza nos indica que a primavera está próxima. Clima ameno, os ipês dando um show de beleza, as azaléias cheias de exuberâncias e encantos e as folhas verdes das pequenas e grandes árvores começam dar um sinal especial à natureza. Já no aspecto eclesial estamos vivenciando o Mês da Bíblia, o mês de reflexão e vida cristã inspirada e orientada a partir da Palavra de Deus. Neste ano de 2017, a Igreja do Brasil, nos indica com estudo e oração e reflexão a Primeira Carta aos Tessalonicenses, com o tema “para que nele os nossos povos tenham vida”. E a indicação do lema nos diz: “Anunciar o Evangelho e doar a própria vida” (1Ts 2,8). Logo, o mês de setembro nos será um tempo hábil de aprofundamento da Palavra de Deus nas famílias, em Grupos de Reflexão, nas comunidades e outros ambientes propícios ao contato com a Palavra Deus, a Bíblia.

O Papa Francisco, na Exortação Apostólica “Alegria do Evangelho” afirma que “toda a evangelização está fundada sobre esta Palavra escutada, meditada, vivida, celebrada e testemunhada. A Sagrada Escritura é fonte da evangelização. Por isso, é preciso formar-se continuamente na escuta da Palavra. A Igreja não evangeliza, se não se deixa continuamente evangelizar. É indispensável que a Palavra de Deus ‘se torne cada vez mais o coração de toda a atividade eclesial’. A Palavra de Deus ouvida e celebrada, sobretudo na Eucaristia, alimenta e reforça interiormente os cristãos e torna-os capazes de um autêntico testemunho evangélico na vida diária. Superamos já a velha contraposição entre Palavra e Sacramento: a Palavra proclamada, viva e eficaz, prepara a recepção do Sacramento e, no Sacramento, essa Palavra alcança a sua máxima eficácia” (n. 174).

O Pontífice conclama toda a Igreja à leitura sistemática diária e o “estudo da Sagrada Escritura deve ser uma porta aberta para todos os crentes. É fundamental que a Palavra revelada fecunde radicalmente a catequese e todos os esforços para transmitir a fé. A evangelização requer a familiaridade com a Palavra de Deus, e isto exige que as dioceses, paróquias e todos os grupos católicos proponham um estudo sério e perseverante da Bíblia e promovam igualmente a sua leitura orante pessoal e comunitária. Nós não procuramos Deus tateando, nem precisamos esperar que Ele nos dirija a palavra, porque realmente ‘Deus falou, já não é o grande desconhecido, mas mostrou a Si mesmo’. Acolhamos o tesouro sublime da Palavra revelada!” (175).

A Diocese de Palmas – Beltrão, nas suas Urgências Pastorais, define a “Igreja, como lugar de animação bíblica” e como objetivo principal “redescobrir o contato com a Palavra de Deus, como lugar privilegiado de encontro com Cristo, em comunhão com a Igreja, animando biblicamente toda a pastoral e dinamizando os Círculos Bíblicos, os Grupos de Reflexão, os Grupos de Quadra, de Apartamento e outros. Temos como pista de ação três objetivos nos sete Decanatos e nas 47 Paróquias e suas comunidades: Intensificar a formação bíblica, teológico-pastoral; Recuperar o protagonismo dos Grupos de Famílias e afins; Incentivar a Leitura Orante permanentemente em todos os encontros eclesiais.

A Palavra de Deus nos traz a notícia do amor, da aliança de Deus conosco. E na plenitude dos tempos a Palavra de Deus se fez Homem e habitou entre nós. Deus armou sua tenda entre nós seus filhos. É Jesus Cristo, o enviado do Pai. Somos continuadores desta aliança, deste pacto de amor com Jesus e a humanidade. Que neste mês de setembro possamos tirar mais tempo para a meditação e estudo da Palavra de Deus. Que ela penetra em nossas vidas, especialmente nos ilumine nas atividades apostólicas, sociais e familiares. Sejamos, pois, povo de Deus, diocesanos de Igreja Particular de Palmas – Francisco Beltrão, comunicadores da Boa Notícia de Jesus Cristo – servidores, discípulos da Palavra de Deus.

Dom Edgar Ertl

Os comentários para esta matéria estão desabilitados. Caso deseje comentar sobre este conteúdo, fique a vontade em utilizar o botão do Facebook logo no inicio da matéria para compartilhar seus comentários através de seu perfil na rede social.
Compartilhar