Show promovido pela Rede Bom Jesus de Comunicação e Rádio Onda Sul FM de Francisco Beltrão

Advento: A espera, a preparação de Deus entre nós!

por Luiz Carlos em 4 de dezembro de 2017 7:38
por Luiz Carlos em 4 de dezembro de 2017 7:38

A Igreja Católica, no dia 03 de dezembro de 2017, neste domingo, iniciou o novo Ano Litúrgico – com o Primeiro Domingo do Advento. Advento palavra oriunda do latim = “vinda”, Advento é o tempo litúrgico da expectativa do Salvador e símbolo da esperança cristã. Este tempo de 04 semanas possui dupla característica: 1ª. Sendo um tempo de preparação para as solenidades do Natal, em que se comemora a primeira vinda do Filho de Deus entre a humanidade; 2ª. Um tempo em que, por meio desta lembrança, voltam-se os corações para a expectativa as segunda vinda de Cristo no fim dos tempos. Por este duplo motivo, o tempo do Advento se apresenta como um tempo de piedosa e alegre expectativa.

O tempo do Advento celebra a vinda de Jesus Cristo no tempo e na história da humanidade, é a encarnação de Deus na pessoa de Jesus – “O Verbo se fez carne habitou entre nós, armou sua tenda, a sua morada entre os seus” – realizado pelo consentimento de Maria, sua e nossa Mãe. Ele veio para trazer-nos a salvação, a redenção.  É, portanto, tempo de expectativa, e somos chamados a vivê-lo em plenitude para poder receber dignamente o Senhor no momento em que vier e nos encher de desejos de um dia, então, em definitivo, possuir o reino celeste.

Parece que cada ano, no Advento, aumenta o número das comunidades que colocam nas suas igrejas e capelas, nos seus locais de reunião para as celebrações litúrgicas e outras atividades comunitárias a coroa do Advento. Ela é feita de folhas verdes e nela se colocam quatro velas e quatro laços, normalmente de cor vermelha. No primeiro domingo e durante a primeira semana do advento, acende-se uma vela; no segundo domingo, acendem-se duas; no terceiro, três; e, no quarto, quatro velas. Com a aproximação do Natal, cresce, portanto, a luz na coroa. A coroa pode nos ajudar, pela sua força simbólica, a nos abrirmos para o grande dom de Deus que nos será dado no natal: o próprio Filho de Deus. Montemos, pois, em nossas casas ou lugar de nossos trabalhos/atividades uma coroa e vamos acendendo uma vela a cada domingo.

 Guiados pelo Evangelho

1º Domingo: Ativa vigilância – porque o tempo é incerto: “Ficai atentos”; 2º Domingo: João Batista adverte: “Preparai o caminho do Senhor” – o precursor anuncia a chegada do Salvador; 3º Domingo: João Batista, “sou a voz que grita no deserto – aplainai o caminho do Senhor”. 4º Domingo: Maria aceita a missão de ser a Mãe do Salvador: “Eis aqui a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra”.

Novenas em famílias

Incentivamos às nossas famílias diocesanas que se organizem para as novenas de Natal, sejam nas casas, apartamentos, condomínios, nas ruas ou/e comunidades urbanas e rurais. O importante é o encontro familiar para preparar-se para o Natal do Senhor, a festa das famílias cristãs. Confiantes nas promessas do Senhor, iniciamos com fé e disposição a caminhada rumo ao Natal porque o que nos move mesmo é a esperança que o nascimento de Jesus causou na humanidade. Que neste Advento estejamos dispostos a acolher a proposta do Senhor que nos quer atentos na oração e na vigilância

“Ficai atentos e orai…”

Vigilância e oração são as duas atitudes recomendadas aos discípulos missionários de Jesus Cristo: “Divino Espírito, prepara meu coração para receber o Salvador, fazendo de mim um discípulo vigilante na oração, pronto para reconhecê-lo nos irmãos mais pequeninos, nos irmãos que clamam por mim, por aqueles que mais necessitam da minha atenção. Faça-me Senhor um discípulo missionário atento aos teus sinais no lugar onde vivo, com as pessoas concretas com quem trabalho e convivo. Que neste Advento de 2017 a vigilância e a oração sejam atitudes destacadas no meu modo de proceder, de agir e colaborar com o teu Reinado, sempre acorrendo com as nossas boas obras ao encontro do Cristo que vem para nos salvar e libertar”.

Dom Edgar Ertl

Os comentários para esta matéria estão desabilitados. Caso deseje comentar sobre este conteúdo, fique a vontade em utilizar o botão do Facebook logo no inicio da matéria para compartilhar seus comentários através de seu perfil na rede social.
Compartilhar