Show promovido pela Rede Bom Jesus de Comunicação e Rádio Onda Sul FM de Francisco Beltrão

A noite de Nicodemos

por Luiz Carlos em 6 de julho de 2018 12:13
por Luiz Carlos em 6 de julho de 2018 12:13

Nicodemos é nome grego. Significa “vitória do povo”. Ele era um notável juiz do partido dos fariseus, embora judeu influente. Tinha autoridade destacada e respeitada entre os judeus. Os exegetas tratam-no de “um emblemático personagem”. O evangelista João (cf. 3,1-21) diz que ele foi ter com Jesus “à noite”, na plena e escuridão noturna. Um adorador noturno de Deus. Dialoga com Jesus. Rabi, “sabemos que vens da parte de Deus como mestre, pois ninguém pode fazer sinais que fazes, se Deus não estiver com ele” (v. 2).  Quis o juiz, da noite, dizer a Jesus que o mestre fora “enviado de Deus”. Jesus completa: “Eu te asseguro que, se alguém não nascer de novo, não poderá ver o reinado de Deus” (v. 3). Jesus propõe-lhe mudança radical. Vida nova, um novo nascimento: Para Jesus renascer é recomeçar. O novo nascimento permite ver ou desfrutar o reinado de Deus que se anuncia como um amanhecer.

Nicodemos não entende o que lhe pede o Mestre: “Como pode um homem nascer de novo sendo velho? Poderá entrar de novo no ventre materno?”. Jesus prosseguiu catequizando este homem e explicando-lhe o que significa vida nova, nascida da água e do Espírito e as consequências de quem se deixa conduzir pelo Espírito para entrar no projeto de Deus. Depois ainda pergunta a Nicodemos? “Tu és mestre de Israel e não entendes essas coisas?” (v. 10). Jesus quis dizer-lhe quem se deixar conduzir pelo Espírito tem liberdade, dinamismo e coloca-se a serviço da Boa Nova. Com certeza que as explicações de Jesus deixa-o numa situação complicada, embaraçosa. O raciocínio do mestre judeu vacila. Falava, deveras, com um “verdadeiro Mestre”. Com alguém que fala com autoridade.

Renascer da água e do Espírito é nascer de Deus; ter necessidade dele. Então, a primeira atitude a ter para experimentar a alegria da salvação é, primeiro, saber-se limitado e ter a humildade de reconhecer nossa necessidade de Deus. É o que o evangelista João chama de se “aproximar da luz”.

Prosseguimos nossa reflexão. Por que Nicodemos busca Jesus à noite? Será que Nicodemos deseja permanecer oculto aos olhos dos judeus e por isso vai vê-lo durante a noite? Ele era chefe dos judeus!A noite poderá ser para Nicodemos tempo de iluminação, especialmente escutando a Jesus. Ele se encontra com àquele que disse: “Eu sou a luz do mundo, quem me segue, não caminhará em trevas, mas terá a luz da vida” (Jo 8,12). Se Nicodemos procura a clandestinidade, Jesus pode ensinar tanto de noite quanto de dia. Nicodemos tinha ficado impressionado com os sinais que Jesus realizava e, como tantos outros, reconhece o valor profético da pessoa de Jesus.

Jesus explica a Nicodemos que a Luz veio ao mundo, mas os homens preferiram as trevas à luz, porque suas ações eram más. O Nazareno garante ao seu interlocutor noturno que quem pratica o mal odeia a luz e não se aproxima da luz, para que suas ações não sejam denunciadas. Outra afirmação do Mestre: quem age conforme a verdade aproxima-se da luz, para que se manifeste que suas ações são realizadas em Deus (cf. Jo 3,20-21).

Nicodemos representa quem, estando nas trevas, se defronta com a chance de escolher o caminho da Luz. Deve tomar uma decisão: seguir as trevas ou a Luz. Precisa o homem noturno dar este passo. No seguimento de Jesus o discípulo caminha sempre na Luz do amor, do perdão, da misericórdia e da paz. Seguir Jesus é caminhar atrás, deixando que marque e ilumine nosso caminho. Ele é a Luz do mundo. Essa é a sua missão. Ele veio para nos iluminar. Indicar o caminho justo. Também nos garante: “Eu sou o caminho”.

Somos convidados a fazermos uma escolha de fé. Vamos preferir sempre e buscar a Luz que é Jesus Cristo e o seu Evangelho, vivido em família e comunidade. Este é o melhor caminho. Fujamos, pois, enquanto houver tempo das trevas do egoísmo, da incredulidade, da indiferença e da violência que geramos em ambientes que deveriam propiciar a paz. Como Nicodemos, busquemos, todavia, a Jesus não dando importância ao tempo. Vamos à sua procura sempre! Saiamos da clandestinidade, saiamos da noite, andemos em direção da Luz!

Dom Edgar Ertl

Compartilhar