29 de outubro: Dia Nacional da Juventude

por Luiz Carlos em 1 de novembro de 2017 8:40
por Luiz Carlos em 1 de novembro de 2017 8:40

IMG_4422Domingo, 29 de outubro de 2017, em todo o Brasil celebramos o Dia Nacional da Juventude (DNJ). Na Diocese de Palmas-Fco Beltrão, nos 07 Decanatos, nossos queridos jovens estiveram reunidos para este histórico e importante DNJ, para celebrá-lo com júbilo pela graça de ser jovem e pertencer à Comunidade de Fé, aos Grupos, Pastorais e Movimentos. Eles são os jovens seguidores de Jesus Cristo, o Jovem de Nazaré em nossas paróquias e jovens presentes na sociedade em geral.

Na última edição da Jornada Mundial da Juventude, em julho de 2016, na Polônia, o papa Francisco confidenciou aos jovens seu aprendizado com a juventude em Buenos Aires: “Nos meus anos de bispo, aprendi uma coisa: não há nada mais belo do que contemplar os anseios, o empenho, a paixão e a energia com que muitos jovens abraçam a vida. Quando Jesus toca o coração dum jovem, duma jovem, estes são capazes de ações verdadeiramente grandiosas. É estimulante ouvi-los partilhar os seus sonhos, as suas questões e o seu desejo de opor-se a quantos dizem que as coisas não podem mudar. É um dom do céu poder ver muitos de vós que, com as vossas questões, procurais fazer com que as coisas sejam diferentes. É bonito e conforta-me o coração ver-vos assim exuberantes. Hoje a Igreja olha-vos e quer aprender de vós, para renovar a sua confiança na Misericórdia do Pai que tem o rosto sempre jovem e não cessa de nos convidar para fazer parte do seu Reino”.

Durante a reflexão o Pontífice continuou refletindo com seus interlocutores jovens suas preocupações: “Quero também confessar-vos outra coisa que aprendi nestes anos. Entristece-me encontrar jovens que parecem ‘aposentados’ antes do tempo. Preocupa-me ver jovens que desistiram antes do jogo; que ‘se renderam’ sem ter começado a jogar; que caminham com a cara triste, como se a sua vida não tivesse valor. São jovens essencialmente chateados… e chatos. É duro, e ao mesmo tempo interpela-nos, ver jovens que deixam a vida à procura da ‘vertigem’, ou daquela sensação de se sentir vivos por vias obscuras que depois acabam por ‘pagar’… e pagar caro. Dá que pensar quando vês jovens que perdem os anos belos da sua vida e as suas energias correndo atrás de vendedores de falsas ilusões (na minha terra natal, diríamos ‘vendedores de fumaça’) que vos roubam o melhor de vós mesmos”.

Ao concluir aquela profunda e estimulando homilia o bispo de Roma fez seu apelo veemente aos participantes da Jornada Mundial, antes de retornarem aos seus países e comunidades: “Agora, todos juntos, peçamos ao Senhor: Lançai-nos na aventura da misericórdia! Lançai-nos na aventura de construir pontes e derrubar muros (cercas e arame farpado); lançai-nos na aventura de socorrer o pobre, quem se sente sozinho e abandonado, quem já não encontra sentido para a sua vida. Impele-nos, como a Maria de Betânia, para a escuta daqueles que não compreendemos, daqueles que vêm de outras culturas, outros povos, mesmo daqueles que tememos porque julgamos que nos podem fazer mal. Fazei que voltemos o nosso olhar, como Maria de Nazaré para Isabel, para os nossos idosos a fim de aprender com a sua sabedoria”.

Recentemente o nosso querido Papa fez um apelo aos jovens e sua mensagem nos ajuda a celebrar este DNJ com mais convicção ainda: “Um mundo melhor constrói-se também graças a vós, ao vosso desejo de mudança e à vossa generosidade. Não tenhais medo de ouvir o Espírito que vos sugere escolhas audazes, não hesiteis quando a consciência vos pedir que arrisqueis para seguir o Mestre. Também a Igreja deseja colocar-se à escuta da vossa voz, da vossa sensibilidade, da vossa fé; até das vossas dúvidas e das vossas críticas. Fazei ouvir o vosso grito, deixai-o ressoar nas comunidades e fazei-o chegar aos pastores. São Bento recomendava aos abades que, antes de cada decisão importante, consultassem também os jovens porque ‘muitas vezes é exatamente ao mais jovem que o Senhor revela a melhor solução’ (Regra de São Bento III, 3)”.

Dom Edgar Ertl

 

 

Os comentários para esta matéria estão desabilitados. Caso deseje comentar sobre este conteúdo, fique a vontade em utilizar o botão do Facebook logo no inicio da matéria para compartilhar seus comentários através de seu perfil na rede social.
Compartilhar