Show promovido pela Rede Bom Jesus de Comunicação e Rádio Onda Sul FM de Francisco Beltrão

Safra 2017/2018 dos frutos de Palmas/PR: amora, maçã, mirtilo e morangos

por Ivan Cezar Fochzato em 21 de dezembro de 2017 10:09
por Ivan Cezar Fochzato em 21 de dezembro de 2017 10:09

Encerrada a safra de amoras pretas, o que rendeu aos produtores  aproximadamente 20 toneladas, agora entram no ciclo de colheita outras cultivares características de Palmas, sul do Paraná, e seu clima temperado. Agora é tempo de colher maçã, morangos  e mirtilo.25398656_2085545435012957_957833134153493414_n

Além da produção convencional,  há produtores vinculados a Apropal que produzem morangos orgânicos. Na Chácara do Encanto a atividade é hidropônica, onde são cultivados 16 mil pés que rendem, em média 600 quilos por semana. A produção de morangos, idealizada há pouco mais de dois anos pela família Fabris, é comercializada em supermercados e feiras de Palmas e região. O excedente é transformado em geléia, licor ou congelado para reaproveitamento na entressafra.

Para 2018, produtor planeja aumentar para 40 mil pés e produzir aproximadamente 40 toneladas ao ano. As primeiras muda foram importadas do Sul do Chile, na região da Patagônia. A planta gosta de clima frio e por isso, não teve dificuldades de adaptação em Palmas.

A Chácara do Encanto, que fica há dois quilômetros da área urbana de Palmas, mantém-se aberta para visitação e compra da produção, todos os dias.  Conheça

muda_de_mirtilo_blueberry_618_1_20160122161847MIRTILO

Produzido na  Fazenda Capão Seco de  propriedade de Maria de Lurdes Loureiro Giotto, há 18 quilômetros da cidade, às margens da PRT 449 entre Palmas e Mangueirinha.Toda a produção é orgânica e certificada pelo TECPAR(Instituto de Tecnologia do Paraná).

O Mirtilo, que é pouco produzido no Brasil, por conta de necessidades climáticas especiais, encontra em Palmas  um clima favorável por ser uma região bastante fria. Toda a produção vai para grandes centros consumidores do pais. A colheita está iniciando e segue durante o mês de janeiro.

DSC05398-680x365

Já está sendo iniciada também a colheita da Maçã. Palmas é maior produtor do Estado, que responde por mais de 30% da produção paranaense. A produção é considerada excelente e o potencial de colheita no município está estimado em 13 mil toneladas, praticamente o mesmo volume da safra passada. A fase inicial é com a variedade EVA e outras precoces, que devem render duas mil toneladas. A partir de 20 de janeiro começam a ser colhidas as variedades Gala e logo na sequência  a Fuji e seus clones. O ciclo de colheita vai até maio, com a geração de 1.200 postos de trabalho.

Os comentários para esta matéria estão desabilitados. Caso deseje comentar sobre este conteúdo, fique a vontade em utilizar o botão do Facebook logo no inicio da matéria para compartilhar seus comentários através de seu perfil na rede social.
Compartilhar